O passado do futuro

Sabem aquelas pessoas que, quando gostam de uma música, a ouvem em loop? Sou dessas. Na maioria das vezes, nem nova é, mas seria a trilha sonora daquele momento se a vida fosse uma novela. Spotify, clic, clic, loop.

Pois a de hoje foi Era Uma Vez, da Kell Smith. Antes de mais nada, a canção é fofa e o clipe é uma graça (colei logo ali, no final do post). A impressão é de que pegaram as crianças mais amor do teste de elenco para amenizar o soco no estômago que a música dá: a felicidade mora no passado.

“É que a gente quer crescer. E quando cresce, quer voltar pro início”, canta Kell. E durante a tarde toda, ao invés de desenhar direito aquelas páginas do jornal, tudo o que vinha à minha cabeça era cada lembrança dos meus 38 anos vividos nessa existência – prometo poupá-los de acabar o texto falando sobre a importância de viver cada momento. Mas pensei em alguns que, seguramente, confirmavam o que a música dizia.

Por que no passado? Porque não existe mais a ansiedade ou a expectativa do desfecho. O momento já acabou e sabemos que acabou bem. Trocamos diversos sentimentos com pessoas que amamos ou amávamos e aquilo nos deixou leves. Transformou-se em uma lembrança feliz.

“Só se é contigo, Melina, eu tenho bons momentos no presente.” Eu também, graças a Deus! Mas já repararam que lembramos hoje como felizes coisas que, na época, achávamos um saco? O melhor exemplo disso ainda é o colégio. Havia momentos bons, como passar de ano ou estar chovendo e não ter educação física, mas em geral, víamos o colégio como pequenas chatices. E é justamente dessas a que me refiro. Percebemos, bem mais tarde, que nem eram tão chatas assim.

No presente, vibramos com nossas conquistas, apesar de classificarmos como conquistas comprar um imóvel, ser promovido, morar fora do país, emagrecer 15 quilos, coisas assim… grandes. Mas querem ver? Aos 38, uma grande conquista para mim é conseguir reunir um grupo de amigas em um dia e horário que TODAS possam. É encontrar uma boa solução para o desenho de uma página complicada ou ter uma longa conversa com alguém agradável de quem eu estava com saudade. Alguém vai me dar parabéns por essas coisas? Claro que não! Mas não deixam de ser momentos dos quais vou me lembrar com carinho no futuro.

“Tu tá dizendo que eu nunca mais vou ser feliz, sua jagunça?” Depende. Se olhares pela perspectiva do futuro, o passado é o presente. E se a felicidade está no passado, ainda dá tempo de ser feliz agora (leiam de novo que faz sentido). A única forma de fazer isso é vibrando com pequenas coisas, como jantar com os pais ou ficar em casa no feriadão, maratonando uma série legal, mesmo que todo mundo esteja na praia. É a garantia de que, no futuro, não vamos repetir “eu era feliz e não sabia”. Vamos ser felizes e vamos saber disso!

Agora, por exemplo, estou muito feliz por conseguir publicar esse texto. Quero só ver quem vai me dar parabéns.

 

Anúncios

5 comentários

  1. Oi Mê
    A vida da voltas não é. Coisas que nunca imaginamos acontecem…e coisas que dizemos que jamais fariamos as vezes acabamos fazendo e mudando todas as nossas convicções e crenças…mas a vida é isso…ou pelomenos a minha nesses 38 anos tem sido. E aos poucos realmente vamos percebendo que o importante não esta nos bens que conquistamos porque não levamos nada com agente depois desse plano. O importante é se sentir bem e estar com as pessoas que amamos. Quanto as lembranças de infancia…acredite…vc esta nelas…kkkkk…lembro perfeitamente da unica pessoa que achava lindo Marilyn Manson….kkkkkk….ou das risadas em sala de aula…ou melhor…de nossa paixão por Cidadão Quem. É isso ne amiga….a vida é um grafico de altos e baixos. Saudades. Beijos mil.

  2. Parabéns Mê, eu amo teus textos, gostei da parte de ter uma longa conversa com alguém de quem gostamos muito e estávamos com saudades, somos nós!! Parabéns prima, escreva sempre, muito!! Nos representas, te amo!!

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s